quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Eu não sei em que parte da minha vida eu aprendi a ficar assim tão amarga...
tem hora que nem eu me reconheço...
Tô sentindo falta do meu sorriso.
As vezes fica difícil ouvir a verdade,
ainda mais quando vem de pessoas que a gente tanto ama.
Eu não sei mais brincar...eu não tenho mais paciência.
Ser adulto é complicado... sinto falta da ingenuidade da minha infância.
Aliás acho que foi isso que eu perdi no meio do caminho...
minha ingenuidade...junto com ela minha doçura...
Sinto, mas acho que ela não volta nunca mais.

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Feliz Aniversário meus amores...

Minha centésima postagem será em comemoração a 3 pessoas que são muito importantes na minha vida e que estão aniversariando essa semana...


Regi, Lô e Cris

F aça de cada dia, de cada ano, uma nova
E tapa na construção de quem você é, buscando sempre
L iberdade para caminhar do seu jeito
I niciativa para chegar aonde você quer
Z elo por suas crenças, seus sonhos e objetivos.

A prender novas coisas a cada dia,
N ovos caminhos, novas amizades,
I nventar novos jeitos de ser você.
V er o que está além do horizonte,
E levando-se sobre o mar da rotina.
R eunir tudo isso dentro de você
S ignifica ter uma certeza:
Á ureos dias e anos estão pela frente,
R ealizações estão por serem conquistadas.
I sso tudo se resume numa verdade simples:
O melhor da vida é viver !!! .... Eu amo vocês!!!

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Hã...consegui....
Excluí o orkut da minha vida...
Ah assisti o caçador de pipas...chorei...amei..
E o pai de Amir era do jeitinho que eu imaginei, impressionante.

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Aniversário de um anjo...


A você que como eu chora pela saudade que ela deixou no coração... A você que se pergunta, entre lágrimas: Por que se foi?

Saiba que ela não foi...
Continua entre nós, de um jeito diferente.
Está viva, de um jeito diferente,
com certeza, do jeito PERFEITO,
do jeito de Deus viver em nós.

Não pergunte por que já foi, tão jovem...
Pergunte-se: por que veio?

Por que Deus nos teria dado esta pessoa?
O que ela veio fazer entre nós?

Ela veio porque tinha uma missão,
a missão de amar e ensinar a amar.
Foi um raio de luz, uma mensagem de Deus.
Veio e foi...

Mas sua passagem tão breve
deixou tanto BEM, tanto AMOR
que hoje só podemos agradecer a Deus
por nos ter dado este presente...
a vida dela vivida conosco.

Deus, nosso Pai,
hoje sofremos a dor da saudade,
a dor de não poder mais abraçar este anjo de luz.
Mas, mesmo entre lágrimas,
nós te agradecemos.
Obrigado por nos ter permitido viver
com esta pessoa tão especial.
Obrigado pelo tempo que passou conosco.

Dá-nos a generosidade de devolvê-la a Ti.
Toma-a, Senhor, agora ela é tua, inteiramente tua, embora, continue nossa também.
Que ela seja um anjo entre nós e Ti; a mensageira a levar nossa oração ao teu coração de Pai. Amém.

Se você pensa que ela se foi ...
Ir. Marilda Conti



quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008


A quarta-feira é de cinzas e eu tô que é só o pó, e não pensem que passei as 4 noites brincando carnaval que não foi, eu nem gosto de carnaval, a causa foi as caipiroskas maravilhosas do meu cunhado Fernandinho, uma mais gostosa que a outra e ficamos ontem a tarde toda só nos goles, cantando, rindo, falando verdades e chorando tbem, sim porque eu bebo e choro que nem criança...uma loucura.
Mas foi bom, não fosse pelo meu figado reclamão que me fez chamar o hugo várias vezes...argh...
Agora tô me sentindo bem melhor.
Ahh num é por nada mas na próxima caipiroska que fizerem coloque essa tal de SMIRNOFF RED FRUIT TWIST e recomendo tomar um engov antes e outro depois, coisa que eu deveria ter feito, ok!!!

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Agradeço a todos que somaram comigo esse ano, que passaram por aqui e se identificaram de alguma forma, obrigada aos amigos blogueiros pela força e pelo incentivo.
E dedico de todo coração a minha musa inspiradora que sempre será lembrada aqui com todo carinho, pois sem ela o floreio não existiria, Liginha minha linda obrigada por tudo.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Era janeiro de 2007, eu procurava desesperadamente no google por um sebo que fizesse com que aquelas pilhas de apostilas sumissem na minha sala de jantar, foi assim que encontrei o post dela e me encantei, e ela me incentivou a entrar no mundo dos blogs, e a gente trocava emails, a gente ia se encontrar na cozinha dela, assim que ficasse pronta, ela ia me ensinar fazer os cookies... não deu tempo.
Passou esse ano, não consegui abraçá-la.
Agora além dessa dor ficam perguntas sem respostas...
Será que ela teria gostado da minha cuca de nozes, do meu nhoque?
E o presente de aniversário, será que ela ia gostar da cor?
Ah queria tanto ter as respostas...
Queria muito ter tido o prazer de ver aquele sorriso lindo... pessoalmente.