sábado, 28 de abril de 2007


É tão bom ter alguém por perto
Pra você se sentir completo
Ter a mão que te leva pro futuro
Vislumbrando um horizonte seguro

É tão bom viajarmos juntos
E viver aproveitando tudo
Amanhã vai ser melhor que hoje
Novos sonhos ao amanhecer

Imagino milhões de sorrisos
Cada um com seu jeito de ser
Mas ligados no mesmo destino
Um amor feito eu e você


[Refrão]
O céu e o mar, a lua e a estrela
O branco e o preto, tudo se completa de algum jeito
Homem, mulher
A faca e o queijo, o incerto e o perfeito
Tudo se completa de algum jeito

(Ivete Sangalo)

sexta-feira, 27 de abril de 2007



Eu sem você não tenho porquê

Porque sem você não sei nem chorar

Sou chama sem luz, jardim sem luar

Luar sem amor, amor sem se dar

Eu sem você sou só desamor

Um barco sem mar, um campo sem flor

Tristeza que vai, tristeza que vem

Sem você, meu amor, eu não sou ninguém

Ah, que saudade...


(trechinho de Samba em preludio Baden Powell e Vinicius de Moraes)

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Indecisão...



- Tá boa essa roupa?

- Tá, tá legal.

- Mas esse negocinho aqui tá feio, né?

- É, tá feio.

- Você tá dizendo que minha roupa é feia?

- Não... é bonita!

- Ah bom.. mas acho que vou trocar.

- Isso.. troca. É melhor!

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Compartilhando

Recebi essa mensagem hj e o texto me tocou bastante,
achei legal compartilhar com vcs...


"Durante a nossa vida aprendemos a valorizar coisas que não são fundamentais.

Materialismo, modismo, poder, status, e coisas desse tipo são o que importam na nossa sociedade.
Por isso queremos convocá-lo para uma revolução:Vamos renovar a espécie humana
Vamos investir na alma
Resgatar não só a natureza, mas o natural
Vamos vender mais paz, não filtrar as emoções, qualecer a inveja, contabilizar as boas relações, reciclar as relações ruins, reatar as velhas amizades.
Equipe o prazer, trabalhe a perseverança, vença o cansaço. Faça a diferença sem precisar de propaganda, resolva tudo sem alarde, use o marketing da sinceridade, cobre o profissionalismo de todos, inclusive daqueles que você elegeu.
Vamos maximizar a energia, preservar os recursos, tratar a água, pois ela é nossa fonte de vida. E como o ar, também é meio de vida, vamos ser transparentes.
Renove o estoque de sorrisos, canalize os bons pensamentos, use o marketing no amor, abrace mais.
Beije seus amores, relembre quanto os ama, e com a mesma força diga não ao racismo, a intolerância, a discriminação.
Seja saudável, inclusive nas atitudes, dê bons exemplos.
Diga a verdade, principalmente às crianças, para que elas cresçam sabendo acreditar.
Crie seus filhos como cidadãos do mundo.
Cultive Deus!! E viva na razão da emoção, lutando pela felicidade plena e por um futuro melhor.
E agradeça sempre por estar nesse mundo."

quinta-feira, 19 de abril de 2007



"Sozinha sou como teia ao vento

quando me junto a você me transformo em rocha capaz de enfrentar qualquer tempestade..."

(Lih Frabetti)

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Saudades dela



Ela chegava, sempre com esse rostinho sereno, me beijava e subia as escadas rumo ao meu quarto, abria a porta do guarda-roupa do filho, espiava a gaveta de meias, as camisas e depois descia toda satisfeita.
Eu sabia de tudo, no começo ficava uma fera, ameacei a tirar satisfação, mas depois acabei relevando, afinal ela queria saber se o filho estava sendo bem tratado.
Hoje sinto tanta falta dessa mulher que gerou o homem que amo, ela me acolheu como filha, eu a chamava de mãe, e tinhamos uma relação maravilhosa, ela me aconselhava, me dava ombro e me orientava nas situações difíceis, afinal eu tinha apenas 15 anos, ela estava sempre por perto, mas nunca passou dos limites, sempre respeitou o nosso espaço.
Mulher de uma coragem única, cheia de histórias incríveis, muitas de sua própria vivência, outras de algum vizinho ou parente, a qualquer acontecimento lá vinha ela com a história e todos paravam pra ouví-la.
Mãe Eva seu amor está sempre presente, reflete aos meus filhos como um dom divino.
Certos dias, como hoje, fica insuportável a sua ausência, a senhora faz muita falta aqui...

sábado, 14 de abril de 2007

Minha vida é você



Deixa-me adormecer esquecida em seus braços,
Deixa-me sentir seu calor e sonhar,
Deixa-me agora esquecer o cansaço,
Da longa espera, que vivi para te encontrar...
Faz-me um carinho qualquer,
Desperte de novo em mim a mulher,
Que se perdeu dentro de mim,
Por tempos e tempos num quase sem fim,
Vencida pela ausência de carinho,
À procura de seu ninho...
Eu só queria você,
Jamais desistí de esperar...
Sabia que um dia você viria,
E como sonhei, me amaria...
Por isso só para você guardei,
Todo meu amor, e o meu desejo de amar...
Por isso quando eu me despertar,
Não permita que eu pare de sonhar...
Faz-me sua, tal como sou...
Ama-me, como jamais amou alguém,
E seja meu, tal como sonhei,
Meu somente,
De mais ninguém...

(Célia Jardim)

quinta-feira, 12 de abril de 2007

Overdose de Chocolateeeeeee...

Gente tô aqui pensando o que faço pra resistir a tanto chocolate nessa casa, imagina só 3 filhos cada um ganha uns 5 ovos e bombons e coelhinhos....
E eu que a 2 semanas cumpri minha promessa de me matricular em uma academia e levar os exercícios a sério esse ano, com direito a abdominal e tudo, que pra mim é a morteeeee...
Tô aqui sentanda e pensando em roubar um bombom, mas vou ser forte.....tenho que ser, devo pensar naquele meu jeans que faz tempinho que num uso....
PQ NUM PASSA NAS COXA.....
Palhaçada viu, vô lá comê minha saladinha.

segunda-feira, 9 de abril de 2007

O Rio chora a sua falta

e a gente se sente orfã... desamparada das suas palavras...



"Só tenho uma certeza inabalável: a certeza absoluta de que na vida, certezas não existem, só existem dúvidas, mas, que são exatamente elas - as dúvidas - que nos fazem arriscar e nos levam ao caminho do aprendizado, do conhecimento e de alguma sabedoria..."

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Papai, o que é Páscoa?


- Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
- Igual ao Natal?
- É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
- Ressurreição?
- É, ressurreição. Marta, vem cá!
- Sim?
- Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
- Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
- Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
- Que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho!
Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino nasceu num lar cristão! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa igreja pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou levar esse moleque na catequese!
- Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
- É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso na primeira catequese. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a Ilha da Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar na catequese, a professora explica tudinho!
- Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
- Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
- Coelho bota ovo?
- Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
- Era... era melhor, sim... ou então urubu.
- Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né? Que dia que ele morreu?
- Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
- Que dia e que mês?
- (???) Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
- Um dia depois!
- Não, três dias depois.
- Então morreu na quarta-feira.
- Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora da catequese ou então ao padre!
- Papai, por que amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
- É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
- O Judas traiu Jesus no sábado?
- Claro que não! Se Jesus morreu na sexta!!!
- Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
- hum...!?
- Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
- Cristo. Jesus Cristo.
- Só?
- Que eu saiba sim, por quê?
- Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
- Ai Coitada!
- Coitada de quem?
- Da sua professora da catequese!





quarta-feira, 4 de abril de 2007

Feliz Aniversário meu amor...


O amor não é uma busca, mas pode ser um encontro. Não é uma
finalidade, mas pode se tornar um caminho, não escolhe, ou é escolhido,
sendo o todo de duas partes, ao formar uma unicidade de dois.

O amor se recolhe aos meandros do nosso ser e pode se tornar latente,
apenas se manifestando no momento propício. E quem saberá
qual é este momento senão o próprio amor?

O amor não vem com manual de instruções. Ele chega embalado e somente
aprenderemos como ele é através do seu contato. Ele não contém regras,
botões, mesmo controle. Foge a qualquer expectativa, não possuindo
garantias, ou tempo de duração...

O amor é dono de uma beleza intrínseca e seu perfume
somente é completado por um outro que, ao encontrá-lo, se
traduz em liberdade e vida. O amor não se preocupa com medos ou
inexperiências, apenas procura praticar seu verbo amar e ser feliz...

O amor é uma longa história contada de geração em geração
na qual todos crêem, porque sua procura é intensa. Mas sem intensidade
não há que se falar em amor. Até mesmo na tranqüilidade, seu olhar
falará a linguagem que somente ele haverá de compreender.

O amor se manifesta em toda nossa energia, ampliando-a, e
torna o tempo ineficaz, pois ele passa a não existir,
deixando, as horas, de ser contadas para serem vividas.
Um minuto de amor equivale a uma eternidade de saudades...

O amor também é como criança. Faz birra quando não atendido,
fica amuado quando se sente inseguro e não atende nunca aos
conselhos dos mais 'sabidos'... é irreverente e gosta
de brincar, porque amor é alegria...

O amor também tem seus tributos. Para que ele possa se hospedar, há
que se pagar com o olhar, o sentir e a presença. A melhor taxa
do amor são os beijos, para sua conservação, pagos sem ser cobrados,
estando sempre em débito, e nunca desejando créditos...

É meio difícil falar de amor, porque ele sempre foge ao nosso controle.
Apenas sei que chega sempre na hora errada, sem bater na porta, ou
avisar que chegou, não passa telegramas, nem e-mails;
simplesmente, quando percebemos, já estamos amando e aí...

é tentar falar de amor, para, em vocábulos, dizer o impossível:

eu te amo...

Amauri muitas felicidades hoje e sempre...

domingo, 1 de abril de 2007

Resista Um Pouco Mais...



Há dias em que temos a sensação de que chegamos ao fim da linha.

Não conseguimos vislumbrar uma saída viável para os problemas que surgem em grande quantidade.

Com você não é diferente. Você também faz parte deste mundo cheio de provas e expiações. Desta escola chamada terra.

E já deve ter passado por um desses dias, e pensado em desistir...

No entanto vale a pena resistir...

Resista um pouco mais, mesmo que as feridas latejem e que a sua coragem esteja cochilando.

Resista mais um minuto e será fácil resistir aos demais.

Resista mais um instante, mesmo que a derrota seja um ímã... Mesmo que a desilusão caminhe em sua direção.

Resista mais um pouco mesmo que os pessimistas digam para você parar... mesmo que sua esperança esteja no fim.

Resista mais um momento mesmo que você não possa avistar, ainda, a linha de chegada... mesmo que a insegurança brinque de roda a sua volta.

Resista um pouco mais, ainda que a sua vida esteja sendo pesada na balança dos insensatos, e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.

As dores, por mais amargas, passam...

Tudo passa...

A ilusão fascina, mas se desvanece...

A posse agrada, porém se transfere de mãos...

O poder apaixona, entretanto, transita de pessoa.

O prazer alegra, todavia é efêmero.

A glória terrestre exalta e desaparece.

O triunfador de hoje, passa, mais tarde, vencido...

Tudo, nesta vida, tem um propósito...

A dor aflige, mas também passa.

A carência aturde, porém, um dia se preenche.

A debilidade física deprime, todavia, liberta das paixões.

O silêncio que entristece, leva à meditação que felicita.

A submissão aflige, entretanto fortalece o caráter.

O fracasso espezinha, ao mesmo tempo ensina o homem a conquistar-se.

A situação muda, como mudam as estações...

O verão brinca de esconde-esconde com a brisa morna, mas cede lugar ao outono, que espalha suas tintas sobre a folhagem. O inverno chega e, sem pedir licença, congela a brisa e derruba as folhas.

Tudo parece sem vida, sem cor, sem perfume...

Será o fim? Não! Eis que surge a primavera e estende seus tapetes multicoloridos, espalhando perfume no ar e reverdecendo novamente a paisagem...

Assim, quando as provas lhe baterem à porta, não se deixe levar pelo desejo de desistir... resista um pouco mais.

Resista, porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço...

E essa manhã bonita, ensolarada, sem algemas, nascerá para você em breve, desde que você resista.

Resista, porque alguém que o ama está sentado na arquibancada do tempo, torcendo muito para que você vença e ganhe o troféu que tanto deseja: a felicidade...

.....................................

Não se deixe abater pela tristeza.

Todas as dores terminam.

Aguarde que o tempo, com suas mãos cheias de bálsamo, traga o alívio.

A ação do tempo é infalível, e nos guia suavemente pelo caminho certo, aliviando nossas dores, assim como a brisa leve abranda o calor do verão.

Mais depressa do que supõe, você terá a resposta, na consolação de que necessita.

Por tudo isso, resista... e confie nesse abençoado aliado chamado tempo.


(Inspirada em mensagem de Rubens Costa Romanelli, em frases do livro Momentos de Meditação, ed. LEAL, e no cap. 178 do livro Minutos de Sabedoria, ed. Vozes.)

Uma escada para o sucesso...


Gaby, já falei que te amo hj?
Um ótimo domingo a todos...