terça-feira, 29 de maio de 2007

Os melhores momentos de amor



Os melhores momentos de amor
Não foram os que assisti em "Uma Linda Mulher".
Os melhores momentos de amor
Não lí em livros de romance
Não estavam em "Júlia", "Sabrina",
nem nas obras de Daniele Stell.
Os melhores momentos de amor
não se passaram nos corredores do colégio
Num beijo roubado as pressas...
Tão pouco no escurinho do cinema.
Os melhores momentos de amor
São os que eu passo ao seu lado
e cada vez que deito sobre o seu peito
tenho mais certeza que é assim que quero passar
o resto dos meus dias...

(adaptação de um texto de águia)

sexta-feira, 25 de maio de 2007

Quem Ama Inventa



"Quem ama inventa as coisas a que ama...
Talvez chegaste quando eu te sonhava.
Então de súbito acendeu-se a chama!
Era a brasa dormida que acordava...
E era um revôo sobre a ruinaria,
No ar atônito bimbalhavam sinos,
Tangidos por uns anjos peregrinos
Cujo dom é fazer ressurreições...
Um ritmo divino? Oh! Simplesmente
O palpitar de nossos corações
Batendo juntos e festivamente,
Ou sozinhos, num ritmo tristonho...
Ó! meu pobre, meu grande amor distante,
Nem sabes tu o bem que faz à gente
Haver sonhado... e ter vivido o sonho!"

(Mário Quintana)

quarta-feira, 23 de maio de 2007



Num passado não muito distante
a maré subia... molhava meus pés...
lavava minha alma.
Agora tenho a necessidade de me enterrar na areia.
Pq será?

Lih Figueiredo

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Deixo - Ivete Sangalo

Eu me lembro sempre onde quer que eu vá
Só um pensamento em qualquer lugar
Só penso em você
Em querer te encontrar
Só penso em você
Em querer te encontrar

Lembro daquele beijo que você me deu
E que até hoje está gravado em mim
E quando a noite vem
Fico louco pra dormir
Só pra ter você nos meus sonhos
Me falando coisas de amor

Sinto que me perco no tempo
Debaixo do meu cobertor

Eu faria tudo pra não te perder
Assim
Mas o dia vem e deixo você ir

Deixo você ir
Deixo você ir

(Sergio Passos/ Jorge Papapá)

sábado, 12 de maio de 2007

Coisas de mãe



Mudar caminhos, renunciar.
Vibrar por pequenas conquistas.
Chorar em singelos momentos.
Sofrer em parceria.
Orientar, limitar.
As vezes impor, fechar questão.
Repetir-se exaustivamente.
Calar-se em solidariedade.
Aguardar as descobertas.
Amar incondicionalmente...

FELIZ DIA DAS MÃES

segunda-feira, 7 de maio de 2007



"Hoje ao acordar, fui a janela como de costume,
ví as pessoas passando, cada um com seu destino,
fiquei alí contemplando a rua,
os pássaros estavam lá, cantando felizes,
tinha uma beleza diferente,
pena que tive que ir lavar os olhos."
(Lih Figueiredo)