sábado, 29 de março de 2008

Novos pecados capitais

A igreja católica listou o que considera serem novos pecados sociais. O elenco foi anunciado pelo arcebispo Gianfranco Girotti, bispo-regente da penitenciária apostólica, à um importante jornal romano, em entrevista no último dia 09/03/08, consta na lista várias "ações pecaminosas":

* Manipulação genética (apesar de reconhecer certos benefícios da ciência);
* Uso e comércio de drogas;
* Desigualdade social;
* Ações anti ecológicas, como a poluição;
E entre os pecados mais graves:
* Aborto e pedofilia

Além é claro daqueles que todos já conhecemos:
Gula, Luxúria, Avareza, Ira, Soberba, Vaidade e Preguiça.

Agora veja bem segundo a postura "moderna" da Igreja, é um pecado capital realizar pesquisas com células-tronco embrionárias, que podem salvar a vida de milhões de seres humanos.

Não fica claro quais drogas representam um pecado capital se consumidas. Muitos conservadores católicos focam na maconha como alvo, ignorando que a dose diária de uísque e vinho que consomem também é droga.

Se tornar extremamente rico virou pecado capital agora, claro que a riqueza em excesso só é pecado se for dos outros. A própria Igreja, rica em terras, artes e ouro, pode possuir e ostentar extrema riqueza. A concorrência é que incomoda. A hipocrisia é quem manda!

Dirigir um BMW poluente também passa a ser um pecado capital, pelo visto.

Usar camisinha e anticoncepcional não pode... agora pegar o vírus da Aids e colocar uma criança nesse mundo sem ter condições de criar pode.
E por fim quantas vezes não nos deparamos com notícias de que padres são pego molestando jovens inocentes? Que uma série de casos de traslado de padres coincidem com o estouro de denúncias de pedofilia e abuso sexual. Ah esqueci...eles podem...

Pensar que que todos esses pecados foram impostos por um pecador... quem ainda não pecou que atire a primeira pedra.

"As pessoas que me dizem que eu vou para o inferno e que elas vão para o céu de certa forma me deixam feliz por não estarmos indo para o mesmo lugar"
(Martin Terman).

domingo, 16 de março de 2008

You can...

Você pode não me perceber, mas estou sempre por perto.
Você pode não me entender, mas eu te compreendo até em pequenos detalhes.
Você pode não me sentir, mas, por todo tempo eu tenho procurado tocar teu coração.
Você pode não acreditar, mas eu sei quando choras, pois sou eu quem enxuga tuas lágrimas e chora contigo.
Sei quando estás triste, pois o meu coração me diz.
Sei quando estás feliz, pois a minha alma exulta com cântico.
Sei quando sonhas, pois sou eu quem vela teu sono.
Pode parecer-te estranho, mas eu não respeito mas a distância geográfica. Estou sempre contigo: quando choras, quando ri, quando estás triste, quando estás desanimado, quando precisas de alguém.
Tudo isso pode parecer presunção, mas eu realmente sei muito de vc, pois desde que te conheci não vivo mais para mim;
vivo para nós dois.

sábado, 8 de março de 2008

Pererecas Day

... Eu sou uma mulher "linda"( é o que marido diz), forte e destemida, pelo menos eu tento ser, mas sei que em meu armário tem muitos fantasmas que as vezes saem e me libertam pois eu tento ser o que a sociedade impõe... linda, educada, sexy, inteligente, boa mãe , boa filha, boa esposa, meiga, e sempre sorridente.. Mas nem sempre somos isso.. temos nossos fantasmas bem feios que estão no armário, coisinhas que tentamos maquiar das pessoas. Quem vê uma mulher bem arrumada, e bem maquiada, cheirosa, nem imagina que na noite anterior ela pode ter chorado até dormir por causa de um homem, acordou com os olhos inchados e fez compressa de gelo..quem nos vê, não sabe que muitas vezes dormimos com um sutiã furado e com aquela camiseta velha e puída de preguiça de vestir uma camisolinha mais bonita pois as vezes vamos dormir sozinhas...quem de nós mulheres, nunca comeu uma caixa de bombom por ansiedade, e depois ficou só na alface por vaidade? Quem de nós nunca teve um primo, um amigo viado pelo qual nos interessamos um dia?? Quem de nós nunca colou a sandália com super Bonder, ou maquiou uma espinha com muito corretivo pra não fazer feio, que nunca fez uma rabo de cavalo pra disfarçar o cabelo todo armado, ou sujo? Quem nunca fingiu um orgasmo ou uma dor de cabeça num dia em que estava muito cansada? Quem de nós mulheres nunca se cutucou por baixo da mesa do barzinho quando entra um cara bem jeca!! Ou fez caras e bocas e ganhou um torcicolo de tanto balançar os cabelos pra chamar a atenção de um homem? Quem de nós nunca disse pra amiga que ela estava linda, e depois pensou: que cabelo horrível tadinha, que roupa demodê? Mas nós mulheres temos nossos momentos nostálgicos, e chamamos o homem que amamos para nos dar colinho e dizer que somos lindas...Temos medo de baratas e não de parto, queremos ser amadas, e elogiadas sempre.. muitooooo elogiadas, se o marido, noivo, namorado elogia dizemos que ele está mentindo, se mentem continuamos dizendo que mentem. Só mesmo o homem para lidar conosco mesmo sem saber o que fará com a gente... mesmo sem saber direito qual será nossa reação...O bicho mulher é muito estranho mesmo.. queremos amor, queremos sexo, queremos dinheiro, queremos reconhecimento... Mas bem no fundo queremos apenas alguém que nos entenda... Coisa que é bem difícil... Mas em tudo somos mulheres com fantasmas ou não...com medos e anseios. Com tudo o que nos torna infernalmente necessárias... Somos mesmo um bicho estranho... sangramos cinco dias e mesmo assim não morremos. Quem é que pode com a gente??
Ainda acho que o dia internacional deveria ser do homem por pelo menos tentar, nos entender......

Adaptação do texto de Paula Xavier

sábado, 1 de março de 2008

Assim sou eu...


Hoje estou aqui perdida entre cadernos, canetas, apostilas,
análise combinatória e probalidades.
E toda feliz da vida...
Vai entender um negócio desse...