sábado, 24 de maio de 2008

Súplica de amor

Aqui estou, ouvindo o barulho da madrugada, do tic tac do relógio, do apito do vigilante noturno, do toc toc do teclado e tentando de alguma forma entender as dores do mundo, as dores de quem não merece sentir, daqueles que só mereciam ver o céu azul, o sol brilhando no rosto e que estão enfrentando tempestades e escuridão, fico sem entender certas coisas, o porque de tanto sofrimento, tanta dor desnecessária... E no meio da procura, sempre vem alguém dizer que a gente aprende com as dores. Aprende a ser mais forte. A dar mais valor na vida. Que vida é essa? Dor só serve pra deixar a vida da gente mais amarga, mais sombria...
Compensaria viver se fosse extinta a dor...
E que nesse mundo só reinasse o amor, só o amor.

Nenhum comentário: