sábado, 22 de setembro de 2007

Qualquer música



MÚSICA... Que sei eu de mim?
Que sei eu de haver ser ou estar?
Música... sei só que sem fim
Quero saber só de sonhar...
Música... Bem no que faz mal
À alma entregar-se a nada...
Mas quero ser animal
Da insuficiência enganada

Música... Se eu pudesse ter,
Não o que penso ou desejo,
Mas o que não pude haver
E que até nem em sonhos vejo,

Se também eu pudesse fruir
Entre as algemas de aqui estar!
Não faz mal. Flui,
Para que eu deixe de pensar!

(Fernando Pessoa)

Um comentário:

Tuca disse...

Lih querida.. saudades... voltei a esse mundo blogueiro... coloquei as coisas em ordem e tô de volta !!! adorei seu texto... em se tratando de música tudo é lindo... ADOREI !!!
bjokassssssss !!!