Nós nos questionamos sobre
A vulnerabilidade da vida;
Que como ondas,
Morre nas areias de uma praia.

Porém, tal como o mar,
Jogando intermináveis ondas
Sobre a costa;
Assim é a vida que possuímos.

Apesar de muitas vezes
Pensarmos que algo é impraticável;
Uma nova experiência virá.

Uma nova vida;
Um sentimento diferente e único;
Uma nova chance.

(Fabiano Uesler)

Comentários

Tuca disse…
Lihhh !! ô linda.. não tô sabendo do jantar da Fal ?? vai ser onde ? como ? quando ? heheheheeh !!!
Pois é querida dar o grito de independência não é fácil viu !! mas tô aprendendo comigo !!!
bjokas enormes...
ti love you !! heheeh
bjussssss !!!
Fabiano Uesler disse…
Olá.... meu nome é Fabiano Uesler...
Gostei de verm um soneto meu publicado em seu blog. Onde vc encontrou este soneto?
Um grande abraço...
Fabiano disse…
Desculpe, esqueci o contato. ueslerbnu@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

Quarenta e quatro primaveras...

Pão de farinha láctea (receita para máquina de pão)

Cuscuz de Abobrinha