sábado, 2 de junho de 2007



A vida nos mostra muitos caminhos,
O destino nos conduz para um só.
E não adianta o quanto possamos nos esquivar
Pelos caminhos sempre haveremos
De nos encontrar...

Podemos fugir muitas vezes,
E nos iludirmos que esquecemos.
Mas dentro de nós sempre pulsará,
Aquele amor que ao céu nos elevou
E que nunca... Nunca passará...

A vida pode nos envolver em sofrimentos.
Pode até nossas crenças abater...
Mas a lembrança desse amor persistirá...
E mesmo que sozinhos nos encontrarmos,
Um sorriso em nossos lábios abrirá...

Que seja assim o nosso amor...
Que seja a eternidade seu limite...
Que seja para nós o bem...
Que seja para sempre amor...
Eternamente...! Para sempre...!
Amém...!!!

(De Hyppólito)

Nenhum comentário: